O ponto de partida para este espectáculo do Teatro GRIOT foram duas traduções diferentes do texto “Prometeu Agrilhoado” de Ésquilo, mais concretamente o encontro de Io com Prometeu. Assim, temos duas traduções, duas Ios e dois Prometeus. Cada par diz textos muito parecidos, decorrentes de cada tradução. Pelo meio intercalam-se, alternam-se, trocam de posições. Esta convivência de duas visões do mesmo texto, dão uma abordagem  original ao espectáculo.

O encenador João Fiadeiro explica: “As nuances e múltiplas perspectivas de um mesmo texto (resultantes não só do facto de estarmos perante tradutores diferentes, mas em épocas distintas), quando sobrepostos, assemelhavam-se a uma partitura coreográfica ou musical que joga com aproximações e afastamentos, contracções e expansões, sincronismos e arritmias. Este é um território (um afeto) que me é familiar e foi por aí que mergulhei nesta tragédia.”

A cenografia de Francisco Vidal é, no meu entender, mais uma personagem. É o espaço comum entre figuras, mas também é a barreira que as separa. O amarelo domina, cor forte e enérgica.

Nesta sua incursão pelo teatro, João Fiadeiro leva-nos com mestria numa viagem dinâmica por um texto antigo, mas que tem uma actualidade impressionante. Segundo o encenador, “construiu-se um espectáculo onde as palavras não são a possibilidade de um texto transposto para a voz dos actores sem filtros, ou sequer a reescrita do texto”.

A palavra está em destaque, mas também o movimento, ora em sintonia, ora em contraposição, ora complementar. Um exemplo é um momento em que, enquanto Prometeu se ergue, Io desce ao solo.

Este é mais um trabalho marcante do teatro GRIOT, colectivo que se debruça sobre as questões pós coloniais e sobre a identidade europeia contemporânea.

O lugar por onde a vaca passou
14 a 24 Novembro 2019
Teatro do Bairro
Lisboa

Encenação: João Fiadeiro
Actores: Ana Rosa Mendes, Gio Lourenço, Margarida Bento, Matamba Joaquim
Cenografia: Francisco Vidal
Assistência à cenografia: Micael Costa
Design de luz: Eduardo Abdala
Figurinos: Inês Morgado e Neusa Trovoada
Fotografia: Imagerie – Casa de Imagens
Design gráfico: Neusa Trovoada
Vídeo teaser: Sara Navarro
Produção executiva: Urshi Cardoso
Produção: Teatro GRIOT

Categorias: Teatro

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *