Elegância. Foi a palavra com que comecei o meu texto sobre “No Intervalo de uma Onda” de Rafael Alvarez, em 2017, nos primeiros dias de existência deste site. Elegância volta a ser a palavra chave que uso para descrever o seu mais recente “Na Onda da Distância”. Ainda inspirado no longo processo de pesquisa que o criador tem feito pelo Japão, esta é a terceira peça deste caminho a que assisto.

Desta feita, Rafael Alvarez faz-se acompanhar em palco pelo bailarino e coreógrafo japonês Yuta Ishikawa. Assim, ocidente e oriente encontram-se, tendo por cúmplice uma enorme folha de papel (a onda) que cresce e se reconfigura em palco: ora na já referida onda, ora num abrigo, num esconderijo, numa cama, numa pedra… vislumbrei até um gigante biscoito da sorte.

Os dois performers interagem com o espaço, um com o outro, e ambos com as ondas reconfiguradas. O seu movimento é subtil, muito fluido e produziu neste espectador uma sensação de tempo suspenso, num ambiente quase meditativo.

A componente sonora da performance, tanto remete para a contemplação como para ambientes urbanos, o que lhe acrescenta ritmo e textura.

Fico, serenamente, a aguardar novos capítulos desta aventura oriental do coreógrafo português.

Na Onda da Distância, de Rafael Alvarez
Direcção Artística, Coreografia, Cenário e Figurinos Rafael Alvarez
Interpretação Rafael Alvarez e Yuta Ishikawa
Direcção Técnica e Desenho de Luz Nuno Patinho
Produção e Administração BODYBUILDERS | Rafael Alvarez
Gestão Financeira Sara Lamares
Assessoria de Imprensa Mafalda Simões
Registo e Edição Vídeo Bruno Canas
Design Gráfico Paulo Guerreiro
Co-produção 23 Milhas – Ílhavo e BODYBUILDERS | Rafael Alvarez

CARPINTARIAS DE SÃO LÁZARO, Lisboa
De 5 a 7 de Setembro 2019, 21:30

Foto: Susana Paiva

Categorias: Dança

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *