Através do filme United States of Love o realizador polaco Tomasz Wasilewski criou um ecossistema perfeito para a melancolia, a falta de amor e o vazio habitarem.
O contexto social e político é a Polónia pós-soviética de 1990, momento de transição e indefinição.

Juntamente com Tony Erdmann, United States of Love (título irónico) é dos filmes de ficção europeus recentes que faz das mais perspicazes críticas sociais e políticas, demonstrada de forma intimista e com repercussões nas relações humanas ao invés de manifestações e festas ou outro tipo de cenários mais épicos.

United States of Love distinguiu-se também pela estética distante e controlada, criada por Oleg Mutu, preciso na sua estranheza e que não nos revela tudo para nos deixar activos na construção da obra.

As quatro personagens principais são interpretadas por Julia Kijowska, Dorota Kolk, Magdalena Cielecka e Marta Nieradkiewicz que são atrizes também ligadas à performance, o que transparece na relação com o corpo.

As quatro narrativas que constituem o filme são entrelaçadas, no entanto, a distribuição da atenção não é igual para todas. Em estilo “hyperlink” e através destas quatro mulheres somos introduzidos a temas como a solidão, crises familiares, obsessão, sexualidade e religião.

Este filme, vencedor de melhor argumento no festival Berlinale estará brevemente disponível na Filmin. Aproveitem!

Categorias: Cinema

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *