No final dos anos 40 do século XX, Seretse Khama, príncipe herdeiro da Bechuanalândia (na altura um protectorado britânico), vive e estuda em Londres para depois assumir a liderança do seu país.

Conhece Ruth Williams, uma secretária londrina, por quem se apaixona. Apesar das famílias de ambos se oporem fortemente à união, decidem casar, tornando a questão num problema político.

Seretse é negro e príncipe herdeiro de uma nação africana; Ruth é branca e britânica. Se não bastassem os preconceitos sociais e familiares, houve também uma forte oposição politica e uma possível guerra com a Africa do Sul (onde vigorava o apartheid), algo que o Reino Unido queria a todo o custo evitar.

O recém casal enfrenta dificuldades familiares e políticas, tanto em Londres como na Bechuanalândia e torna-se cada vez mais difícil manobrá-las. Quando tudo parece perdido, abre-se uma réstia de esperança.

Em setembro de 1966 o país conquista a independência sob o nome de República do Botswana e Seretse Khama torna-se o seu primeiro presidente eleito.

Baseado numa história real, este filme de Amma Asante mostra bem a sociedade britânica do pós-guerra, em que os jogos políticos muitas vezes se sobrepunham aos direitos humanos. Um filme que nos mostra que muito foi conquistado, mas também que ainda há muito por conquistar.

Um Reino Unido, de Amma Asante (2016)
Ver em Filmin

Categorias: Cinema

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *