“Modernismo Brasileiro na Coleção da Fundação Edson Queiroz” é o título completo desta exposição que podemos ver no Centro Cultural de Belém. Parte do imenso acervo daquela fundação brasileira, com sede em Fortaleza, está patente ao público até 11 de Fevereiro de 2018.

A curadora da exposição, Regina Teixeira de Barros, afirma que se trata de uma das mais importantes coleções de arte do Brasil, apresentada pela primeira vez na Europa.

A mostra abrange obras desde a década de 1920 até à de 1960, e contempla trabalhos de artistas brasileiros, mas também de artistas estrangeiros que viveram no país nesses anos.

Entre pintura e escultura, encontramos obras de, entre outros, Lasar Segall, Victor Brecheret, Cícero Dias, José Pancetti e Iberê Camargo.

Entre as obras de arte seleccionadas podemos encontrar um quadro de Maria Helena Vieira da Silva, “Intérieur” (1951), única presença portuguesa nesta exposição. A artista viveu um período no Rio de Janeiro com o seu marido Arpad Szénes.

Impõe-se, portanto, uma visita ao Museu Berardo, tanto aos amantes do modernismo, como aos de arte em geral.

26 Outubro 2017 – 11 Fevereiro 2018
Museu Colecção Berardo
Centro Cultural de Belém
Lisboa

Imagem: José Pancetti, Monteserrat, Bahia, 1956

Categorias: Exposição

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *