Isto é o fim? é provavelmente o início de uma vida no teatro para muitas crianças. Crianças essas que serão os espectadores e artistas do futuro. Que privilégio deve ser ser-se criança (não ter consciência da finitude) e assistir a este espetáculo. Que privilégio é ser adulto (ter consciência da finitude) e assistir a este espetáculo.

Os 30 minutos passados no salão nobre do Teatro Nacional D. Maria II têm tanto de belo como de absolutamente cruel, mas como nos dizem os incríveis atores Sandra Pereira e Victor Yovani “Por vezes, é preciso falar de coisas tristes. Como a morte, por exemplo.” Sim, é sobre isso que se fala.

O texto deste espetáculo é uma colagem de vários excertos de obras infantis de autores como Kazumi Yumoto, Manuel António Pina ou José Eduardo Agualusa. A seleção de textos foi feita meticulosamente pelas dramaturgas Inês Fonseca Santos e Maria João Cruz. Além disso, podemos ouvir também algumas palavras originais. Todo o processo de criação foi acompanhado por uma psicóloga, cuja preocupação foi não só a densidade e delicadeza da temática, mas também a garantia de que o espetáculo é acessível a crianças com necessidades especiais. (Existirá uma sessão com interpretação em Língua Gestual Portuguesa no dia 5 de Maio).

A encenação, a cargo de Catarina Requeijo, apresenta-nos um dispositivo muito simples, que permite ao espetáculo uma grande portabilidade, como é hábito e objetivo do projeto Boca Aberta, onde Isto é o fim? se insere. Trata-se de um delicioso exercício de storytelling, cheio de pormenores visuais e de interpretação que tão rapidamente nos levam a uma gargalhada, como a uma lágrima.

“Nada dura para sempre. Tudo começa e tudo acaba, mas, quando partimos, fica sempre alguém que conta o resto da história. Ficou assente que quando ele desaparecesse, ficava eu.” Este espetáculo está em cena até dia 19 de Maio e quando acabar ficamos cá nós para o relembrar.

Isto é o fim? – Histórias encenadas para a infância
de Catarina Requeijo
28 de abril a 19 de maio
Teatro Nacional D Maria II
Lisboa

conceção e seleção de textos Inês Fonseca Santos, Maria João Cruz
encenação Catarina Requeijo
com Sandra Pereira e Victor Yovani
em parceria com Câmara Municipal de Lisboa, Centro Hospitalar de Lisboa Central – Hospital de S. José e Santa Casa da Misericórdia de Lisboa
duração 20 min.
M/3

Categorias: Teatro

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *