Antes de mais, há que dizer que é muito bom celebrar o nascimento de um novo colectivo. É sinal que o teatro continua vivo e a despertar o interesse das novas gerações. “As Crianças Loucas” é constituido por Bruno Ambrósio, João Cachola, Rodrigo Tomás, Sílvio Vieira e Vicente Wallenstein (que interpretam este espectáculo), mas também por outros criadores tais como Sofia Fialho e Madalena Wallenstein.

Juntos criaram “E Todas As Crianças São Loucas”, uma viagem arriscada por um rio acima, acolhida pela Escola de Mulheres.

Um (o) Capitão é recrutado para, juntamente com 4 outros soldados, levar a cabo a missão de eliminar um (o) Coronel. Ora, basta esta frase para quem conheça o filme Apocalypse Now identificar a trama lhe lhe subjaz. Esta foi claramente a inspiração para este espectáculo, e encontramos-lhe diversos paralelismos.

Ao longo de pouco mais de uma hora, o texto de João Cachola leva-nos a bom ritmo desde o recrutamento do Capitão, passando pela perigosa viagem que empreende, até a um fim de certa forma inesperado, que nos faz questionar o que acabámos de ver. Como ele refere, “ É a nossa Odisseia. A nossa epopeia, somos heróis se quisermos“.

O quinteto de actores está a um excelente nível, não fizessem parte da nova e promissora geração teatral. São muito bem apoiados por uma dupla musical competente, que pontua a cena de forma eficaz. O público deixa-se assim facilmente ir na viagem.

Esta é, pois, uma peça a não perder. E, já agora, fica o convite para (re)descobrir o filme de Francis Ford Coppola que a inspira, o livro (O Coração das Trevas) que inspirou o filme, e a música dos The Doors que é eterna.

1 a 17 dezembro 2017
Espaço Escola de Mulheres [Clube Estefânia]

Texto João Cachola
Interpretação Bruno Ambrósio, João Cachola, Rodrigo Tomás, Sílvio Vieira e Vicente Wallenstein
Música Original Fernão Biu e João Sala
Cenário Madalena Wallenstein
Figurinos Madalena Martins
Luz criação colectiva
Operação Madalena Wallenstein
Assistência Sofia Fialho
Comunicação Henrique Mota Lourenço
Design Gráfico Francisco Ferreira
Fotografia e Vídeo António Mendes
Acolhimento Escola de Mulheres

Fotografia neste artigo Leonor Fonseca

Categorias: Teatro

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *