Começar é bom. O sentimento de iniciar um projecto sempre me aliciou e motivou. Tenho começado vários projectos, o maior dos quais ligado à Cultura (o Coffeepaste).

Desde sempre tenho tido a oportunidade de assistir a espectáculos de dança, teatro, e performance. Também visito muitas exposições, e o meu gosto pela leitura vem de criança. Este ano intensificou-se a minha presença em eventos culturais, e recentemente ocorreu-me que os poderia partilhar. Pontualmente poderei publicar outros textos ligados a questões culturais e a artistas.

Desde já uma ressalva: Os textos que aqui publicarei reflectem apenas a minha opinião sobre o que vejo, leio, ou penso. Não pretendo ter a bagagem teórica de muitos, nem o “mundo” de outros. Simplesmente descreverei o que vejo e sinto, no momento em que vi e senti. Se for útil a alguns, tanto melhor. Senão, não faltam alternativas por essa web fora.

Sonho com uma cultura mais participada, cada vez mais inclusiva, mais (bem) financiada, mais descentralizada, e mais internacional. No Coffeepaste damos voz e visibilidade a grandes, mas também (e muito importante), aos menos grandes. Faz parte da nossa missão. Aqui juntarei a minha modesta voz, para juntos fazermos barulho. Mas um barulho audível.

Até já!

 

Categorias: Reflexões

One comment

Dos inícios

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *