Cartografias é “uma proposta de festival que visa construir e apresentar mapas de possibilidade para a dança contemporânea”. Com curadoria de Ezequiel Santos, decorre nos dias 4 e 5 de novembro de 2017, no Forum Dança (Espaço da Penha). Assisti às performances de dia 4.

“Moriá”, de Mickaella Dantas

Na rampa de cimento de acesso ao Forum Dança, Mickaella Dantas trouxe uma performance que, no meu entender, explora a capacidade de resistência do corpo humano, e a tentativa de ultrapassar obstáculos. O resultado é uma obra que nos deixa alerta e a reflectir. Dantas integra a Candoco Dance Company (UK) e colabora de momento com a coreógrafa Clara Andermatt.

“Dupla Ameaça”, de Daniel Pizamiglio e Inês Cartaxo

O desafio era criar uma performance a partir de uma peça já existente. Clara Andermatt e Sofia Dias & Vítor Roriz eram as possibilidades. A Peça “Um gesto que não passa de uma ameaça” (2011) da dupla Dias & Roriz foi a escolha final. A tensão criada entre os dois interpretes, que por vezes tocou o humor, esteve sempre presente, numa performance bem conseguida.

Às performances seguiu-se um delicioso buffet oferecido pelo Forum Dança.

No dia 5 o programa inclui as performances “Insólido”, de Sérgio Diogo Matias, e “Légende”, de Romain Teule. Mais informações em http://forumdanca.pt/nucleo/index.html

Fotografia: Pedro Pina Vasconcelos

Categorias: Performance

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *