“A Noite da Dona Luciana” conta a história de uma madrugada no interior de um teatro, onde estão presentes o encenador (Vítor Oliveira), a actriz (Rita Cruz), e o(s) técnico(s) (José Leite e Rafael Gomes). São, a certa altura interrompidos por um misterioso crime, e por uma personagem sinistra e misteriosa (Custódia Gallego) que vai trocar completamente as voltas aos acontecimentos.

Diálogos e situações hilariantes, e volte-faces inesperados são o sumo desta peça de Copi (1939-1987), cartonista e dramaturgo argentino que colaborou, entre outros, com a revista Le Nouvel Observateur.

Ricardo Neves-Neves dirige com o seu olhar humurístico e por vezes negro, um conjunto de excelentes actores. Destaco a interpretação de Rita Cruz, um comboio de energia e uma paleta de emoções, mas também o restante elenco que realmente nos transporta para a acção de forma eficaz.

O mecanismo de usar o teatro dentro do teatro é um atractivo adicional porque permite, ainda que de forma ficcionada e exagerada, ver por dentro. São actores a fazer uma peça, a fazer de actores a ensaiar uma peça.

Esta encenação de Ricardo Neves-Neves estreou em 2016 com grande sucesso, foi reposta agora em Almada, e continua a circular pelo país. O espectáculo foi nomeado no ano de estreia pela Sociedade Portuguesa de Autores para Melhor Espectáculo do Ano, e Rita Cruz para Melhor Actriz de Teatro do Ano.

A Noite da Dona Luciana, de Copi (Encenação Ricardo Neves-Neves)
27, 30, 31 março 2018
Teatro Municipal Joaquim Benite
Almada

Tradução: Isabel Alves
Encenação: Ricardo Neves-Neves
Assistência de encenação: Catarina Rôlo Salgueiro
Elenco: Custódia Gallego, José Leite, Márcia Cardoso, Rafael Gomes, Rita Cruz e Vítor Oliveira
Figurinos: José António Tenente
Luz: Elduplo
Música: Sérgio Delgado
Fotografias: Alípio Padilha
Vídeo promocional: Eduardo Breda
Comunicação: Mafalda Simões
Um espetáculo: Teatro do Eléctrico

Categorias: Teatro

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *